Como fazer um currículo online

O currículo é um documento que é exigido pelo o mercado de trabalho de todo o mundo. É nele que consta os talentos, histórico e reputação dos profissionais e pessoas em geral que estão em busca de um novo emprego. De um modo geral, o currículo vitae pode ser descrito como um perfil pelo o qual o empregador busca, avalia e admite através das qualificações descritas no documento um novo funcionário para a sua empresa. Por tanto, aquela vaga de trabalho que você tanto almeja vai depender do que você colocar no currículo.

Hoje em dia, a maioria dos currículos são feitos usando programas como o Microsoft Office, OpenOffice, BrOffice, LibreOffice e outros softwares que disponibilizam de um editor de texto. Há ainda os que são vendidos em papelarias para serem preenchidos manualmente, mesmo que esta seja uma forma já ultrapassada pela a tecnologia. Há também, quem busque por currículos prontos e apliquem modificações, conforme os campos vão pedindo e é com base nisso que o Internet Dicas hoje vai ensinar como gerar um currículo online, antes veja um vídeo no qual um profissional ensina como preencher o currículo.

Como fazer um currículo online

1 – Acesse o site www.geradordecurriculo.com.br

2 – Preencha todos os campos, conforme o site pede

3 – Ao terminar de preencher todos os campos, revise para ter certeza de que tudo está correto e clique no botão “Gerar meu currículo”

Gerador de currículo

4 – Clique no botão “curriculum gerado” e faça download do arquivo em PDF que estará pronto para ser impresso ou enviado por e-mail para a empresa que você deseja atuar profissionalmente. Confira abaixo agora dicas sobre o que você não deve escrever no seu documento.

O que não deve ser preenchido em um currículo

– Uso de mentiras: Já diz o ditado “a mentira tem perna curta”, se você colocar alguma informação a mais que você não tenha conhecimento ou conclusão apenas para aumentar as chances de trabalhar na área que você deseja, você estará arriscando ser descartado de vez ou ser demitido, caso você se torne um funcionário mais tarde e a verdade venha a tona.

–  Usar o nome empresas que você nunca tenha trabalhado: Não use o nome de companhia que você nunca tenha atuado profissionalmente, pois se você for escolhido, o patrão ou o responsável pela a vaga fará ligações para a empresa com perguntas sobre você.

– Usar e-mail do Facebook: Pode parecer brincadeira, mas há quem procure pelas as redes sociais informações sobre a vida pessoal do futuro funcionário. Dessa forma, se você tem um perfil não muito agradável aos olhos de quem estiver avaliando a sua concorrência, você poderá ser dispensado.

– Preenchimento de estado cível: Se você não estiver casado no cartório, use “solteiro” ao preencher o seu estado civil. O nome do cônjuge só é necessário se a companhia existir, pois será preciso apenas para a inclusão em benefícios e planos que poderá ocorrer durante a sua atuação.

– Objetivo profissional:  Muitas pessoas erram nesse campo e acabam usando frases de efeito, como “Atuar de forma profissionalizante em uma empresa de grande porte para que eu possa aprimorar os meus conhecimentos no mercado de trabalho”, “Usar os meus conhecimentos que obtive na faculdade para melhorar as atividades da empresa” e etc.. O seu objetivo sempre deve estar escrito o cargo ao qual você quer concorrer, o uso de frases como as exemplificadas só dificultará a seleção.

– Uso de fotos: Embora haja muitas pessoas que usem fotos em seus documentos curriculares, não é uma boa ideia, uma vez que a aparência poderá influenciar na decisão. Use apenas se a empresa exigir.

– Tamanho do currículo: O tamanho pode diminuir as chances de você ser selecionado. Um bom currículo não deve ultrapassar as duas folhas de preenchimento. Por tanto, não adianta você encher de cursos de algumas horas que você fez pela a internet. Use cursos profissionais e os que tiveram maior duração de tempo, se possível os quais tem registro legal no MEC.

Logotipo e slogam do site Gerador de Currículo

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz